Saiba a importância do Marketing Digital em seu projeto!

Venha entender como o Marketing Digital pode te ajudar a vender e conquistar mais clientes.

Primeiramente, você sabe qual a importância do Marketing Digital para sua empresa? Se a resposta for ‘não’, não se preocupe! Vamos te contar um pouco sobre essa ferramenta que fará toda diferença na hora de buscar mais clientes.

Sobre Marketing Digital

A princípio, ele é uma maneira de promover sua marca em um ambiente online. Seu uso permite que as empresas utilizem diversas ferramentas digitais para divulgar seu produto de uma maneira mais dependente aos seus clientes.

Além disso, essa estratégia permite identificar melhor o seu público-alvo. Mesmo que o ambiente competitivo não assuste a sua empresa, é importante conhecer e compreender seus concorrentes e suas diferenças, isso te ajudará a melhorar sua reputação.

É a melhor forma da empresa manter uma comunicação com seu público, além disso, é a melhor e principal maneira de se fazer Marketing atualmente.

Ele está presente em diversos meios, desde redes sociais até igrejas! Do mesmo jeito, ele é um dos melhores modos para saber como anda o investimento de seu negócio.

Estar sempre atento à jornada de compra de seu cliente potencial é um dos passos mais importantes. Pois, informa quais caminhos o visitante percorreu antes de se tornar, finalmente, um cliente.

Outro ponto ao qual você deve estar sempre atento é: quais objetivos deseja alcançar com essa estratégia e, utilizando técnicas que reduzam o custo de aquisição do cliente para aumentar seus lucros.

Contudo, o uso dessa ferramenta está presente em diversos meios, como e-mail marketing, redes sociais, marketing de conteúdo e etc. Falaremos sobre isso mais adiante.

Todavia, essa estratégia possui alguns conceitos importantes que serão explicados a seguir:

Persona

Se você já está nesse universo, é bem provável que já tenha ouvido falar, ou até mesmo criado, a Persona.

A persona é um personagem semifictício baseado em consumidores reais que representam clientes ideais para o seu negócio. Dessa forma, você consegue planejar um conteúdo para as pessoas certas e, de certa forma, poupa seu tempo e dinheiro.

Veja alguns motivos que justificam a criação de personas:

  • Entender mais sobre o seu público: assim, você consegue estudar o seu cliente, descobrir suas dúvidas e levantar mais informações;
  • Definir quais conteúdos você precisa produzir para atingir seu público;
  • Aprender sobre como os possíveis clientes procuram informação e, também, como eles as consomem;
  • Planejar uma estratégia mais precisa, visto que agora você sabe com quem está falando;
  • Entender qual o tom de voz da sua campanha;
  • Descobrir quais canais são mais eficientes para comunicar-se com o público;
  • Melhorar a experiência do usuário em plataformas digitais, como sites, por exemplo.

Dica: O melhor é que você escreva sobre sua persona da forma mais detalhada possível. É legal que você coloque sobre a escolaridade, local de trabalho, estado civil, suas dores e dificuldades.

Funil de Vendas

Também conhecido como Jornada do Consumidor, são etapas que a pessoa passa antes de definir sua compra.

A jornada de compra é o caminho que o cliente percorre desde que ele percebe a existência de um problema, até quando nota, que a solução pode ser algum produto ou serviço seu.

Para mostrar como essa jornada funciona, vamos te explicar sobre o funil de vendas, que pode ser aplicado na estratégia de marketing do seu negócio.

Como o nome já diz, o funil de vendas se assemelha a um funil comum. Onde a maior parte do processo se concentra em seu topo e depois, partes menores vão se concentrando até seu fundo.

Ele é composto por 3 etapas: topo, meio e fundo. Então, continue a leitura e saiba sobre cada uma delas:

Topo do Funil

Aqui, é a fase da descoberta e aprendizado. No início, a persona ainda não sabe que precisa do seu produto ou serviço. Ela apenas quer saber mais sobre algum problema que está tendo.

Por exemplo, quando você sente o sintoma de uma doença, mas ainda não sabe ao certo qual doença é. Sendo assim, vai procurar conhecer mais sobre isso.

Nesse momento, a pessoa corre atrás de informações que podem esclarecer suas dúvidas. Ela também descobrirá, que há um universo mais amplo do que essa simples pesquisa superficial.

Dessa forma, os melhores conteúdos para serem trabalhados nesta etapa são:

  • Posts de blog;
  • Posts em redes sociais;
  • Vídeos;
  • Infográficos.

Esses conteúdos são fáceis de serem consumidos e também compartilhados. Assim, o processo de educação dos leads se torna mais fácil.

Lembre-se que nessa etapa, você ainda não deve citar seu negócio e sua solução. A pessoa está, apenas, querendo saber mais sobre tal tema, mas, ainda não se encontra pronta para a compra.

Meio do Funil

Essa etapa é responsável pela consideração e intenção. Aqui, a persona já entendeu seu problema e está buscando pela melhor solução.

A pessoa ainda não está no melhor momento para comprar, mas, se o trabalho for bem feito nessa etapa, ela estará muito perto disso.

Você também pode aprofundar mais seus temas, já que o público está engajado com seus conteúdos de blog e redes sociais. Com isso, seu relacionamento também vai se estreitando.

Então, para produzir esses conteúdos mais avançados, procure fazer:

  • Posts de Blog mais avançados;
  • Materiais ricos;
  • E-books;
  • Whitepapers;
  • Webinars;
  • E-mails segmentados.

Para você transformar seus visitantes em leads, procure oferecer esses materiais em troca de algum dado. Por exemplo, para a pessoa acessar seu e-book, ela precisa disponibilizar o e-mail.

Informações como essa, serão importantes para a jornada do cliente e para qualificar seus leads.

Para te ajudar, procure usar landing pages. Assim, as conversões serão otimizadas e mais eficientes para gerar leads.

Mas, o processo não acaba por aí. Você precisa estar sempre nutrindo esses leads com conteúdos relevantes, até que cheguem no momento da compra.

Fundo do Funil

Nessa etapa, acontece a avaliação e decisão. Após todo o trabalho de apresentar o problema para as pessoas, transformá-las em leads e nutri-las, elas precisam descobrir a melhor empresa para atendê-las.

Essa etapa é crucial no funil de vendas. Mesmo você tendo nutrido o lead, se o trabalho não for bem feito aqui, ele pode optar pela concorrência. Assim, outra pessoa pode se beneficiar com seu lead nutrido.

Aqui, você deve trabalhar bastante a persuasão do cliente. Apresente tudo que seu negócio pode oferecer de bom para ele, seus benefícios, diferenciais, vantagens etc.

Além disso, faça o uso de provas concretas como, por exemplo, seus cases de sucesso. O lead precisa sentir a confiança de que está em boas mãos.

Leads

Todo contato que, ao visitar seu site, por exemplo, deixa informações sobre ele, como e-mail em uma Landing Page, se torna um Lead.

Mas, para ele ser considerado um Lead Qualificado, ele precisa apresentar características ou dados que o mostrem ele como um possível cliente. Ou seja, tem que ser um contato que possua o perfil semelhante ao da sua persona.

Quando você entender o seu público, será o momento de começar a pensar no formato de conteúdo disponível para ele. O seu time de marketing deve criar conteúdos que envolvam os problemas dos clientes.

Aqui, entra a estratégia de Inbound Marketing, que diz para seguirmos algumas etapas na criação de material, de acordo com a Jornada de Compra:

  1. Aprendizado e descoberta: onde o usuário não sabe com certeza sobre seu problema;
  2. Consideração da solução: aqui, o contato já tem noção do seu problema, dessa forma, ele começa a procurar mais informações e soluções;
  3. Decisão de compra: o potencial cliente encontrou algumas soluções, e agora está refletindo sobre elas; surge então, uma oportunidade de negócio;
  4. Fidelização: essa oportunidade de negócio se tornou uma venda, chegou o momento de estabelecer e manter um relacionamento com o cliente de forma natural.

Landing Page

Aqui o objetivo é entregar algum material rico em troca de visitantes, alguma oferta que chame a atenção do consumidor para que deixe suas informações no banco de dados.

Essas páginas são totalmente focadas na conversão. Esta é uma estratégia amplamente utilizada em marketing digital, para que os visitantes não sejam distraídos e sim convertidos. Sua taxa de conversão geralmente é muito alta.

KPI (INDICADOR CHAVE DE PERFORMANCE)

KPI ou Key Performance Indicator, traduzindo para Indicador-Chave de Desempenho, é um método de calcular os resultados de performance de ações feitas por uma empresa.

Dessa forma, pode-se definir como uma ferramenta de gestão, com o intuito de acompanhar e analisar o desempenho de estratégias planejadas, ou seja, com os KPIs, uma organização pode compreender quais medidas funcionam ou não para o seu negócio.

Portanto, os indicadores permitem uma observação mais detalhada sobre os processos, para entender se a sua empresa está atingindo os objetivos definidos.

A seguir, confira alguns dos KPIs que a sua empresa pode usar:

KPIs primários

Os KPIs primários são aqueles encontrados primeiro. São os que calculam o resultado, e, através de informações, vão te dizer se as estratégias da sua empresa estão funcionando.

Podemos falar que alguns dos dados essenciais para seus objetivos estão nessa parte.

Dessa forma, eles serão colocados dentro da rotina da organização, indicando os dados considerados mais importantes. Por exemplo, receita por compra, custo por lead e taxa de conversão.

KPIs secundários

O setor de diretoria, com supervisores ou gerentes, geralmente, fica responsável por esses indicadores, já que eles acompanham o progresso dos resultados na estratégia.

Os KPIs secundários têm a função de informar se o gerenciamento de estratégia está bem direcionado através de testes. Ou seja, pode-se dizer que eles funcionam como um suporte aos indicadores primários.

Temos como exemplo:

  • Custo por visitante;
  • Origem do tráfego;
  • Assinantes do blog;
  • Preço médio por transação.

Reforçando, os KPIs secundários estão ali para apoiar os primários.

KPIs práticos

A terceira, mas não menos importante categoria, é a de KPIs práticos. O gerente de campanhas de marketing precisa estar sempre testando e acompanhando os dados sobre características de usuários. Contudo, a lista de indicadores aqui, é maior.

Sendo alguns deles:

  • Páginas e visitas;
  • Bounce rate;
  • Landing pages;
  • Tráfego;
  • Page rank;
  • Palavras-chave
  • Interações sociais;
  • Conteúdos mais populares.

CTA – Call to Action

São botões que direcionam a ação que os usuários devem seguir ao visitar uma página; normalmente são colocados no final de um post com alguma frase que chame a atenção do visitante para que continue acessando seu blog.

Seu intuito é que os visitantes cheguem preparados no momento de realizar sua compra.

Saiba a importância do Marketing Digital em seu projeto

3 maneiras de fazer Marketing Digital

Como citamos anteriormente, o marketing está presente em diversos meios, e vamos citar 3 deles aqui:

  • Marketing de conteúdo

Esse método, além de educar o visitante, ele o mantém informado, tendo como objetivo final, de mantê-lo como seu cliente por um bom tempo.

Outra coisa importante, é para que fique mais fácil na hora da pessoa encontrar seu conteúdo ao pesquisar alguma solução para sua dúvida. É sempre bom falar sobre assuntos relacionados ao seu projeto para solucionar as dores do cliente.

  • E-mail Marketing

É usado para fortalecer sua marca, aumentar o fluxo de vendas e é um dos melhores métodos para comunicação direta com seus clientes.

Muitos compram listas de e-mail com o pensamento de que estará aumentando suas chances de conseguir clientes, mas, ao contrário, esse é o método menos recomendado para se chegar em um bom resultado.

Conquiste sua lista de clientes através de formulários, oferecendo algum material para que a pessoa tenha ainda mais interesse em seu negócio.

Além disso, é recomendado o uso de imagens para que a leitura não se torne algo muito cansativo para seu cliente. Mas não abuse muito desse meio.

  • Redes Sociais

Hoje, é bem comum que as empresas utilizem redes sociais para divulgar seus projetos e atrair clientes, sempre postando atualizações e enquetes para que se aproxime mais de seu público. É a maneira mais popular no momento.

Nesse caso, também é bem importante a elaboração da persona para decidir qual será o público-alvo e assim direcionar posts a eles. Esteja atento, também, em qual rede social a sua persona se encontra, para poupar tempo e dinheiro, que serão perdidos caso não tenha o resultado esperado.

Sempre estabeleça metas e acompanhe o crescimento para saber onde está errando ou acertando em sua divulgação.

Vale a pena investir em uma agência especializada?

Certamente você já deve ter visto muitas empresas que trabalham com Marketing digital, e esse é um bom investimento para quem está iniciando seu projeto.

Essas empresas trabalham para o crescimento do seu negócio da forma que você sempre sonhou, e contam com mecanismos certos.

Visite o nosso blog e saiba um pouco mais sobre o mundo do Marketing Digital!

Posts relacionados

marketing-de-conteúdo-para-atrair-leads

Marketing de Conteúdo: o que é e como atrair novos clientes com esse foco

Entenda como o Marketing de Conteúdo pode ajudar a sua empresa a atrair novos...
atraia-mais-leads-com-email-marketing

E-mail Marketing: como trazer leads mais assertivos e qualificados

O E-mail Marketing é, de fato, uma das melhores estratégias realizadas por quem deseja manter contato direto com seus clientes. Além de nutrir seu...
o-que-é-marketing-4.0

O que é o Marketing 4.0 e como ele pode gerar mais fidelização e confiança ao cliente.

O Marketing 4.0 é a nova realidade a ser implementada em nosso dia a dia. Ele veio para tornar mais profundo e assertivo o relacionamento entre empresa e...

Pronto para melhorar seu Marketing Digital? Então,
vamos bater um papo

Fale com um consultor
Vamos bater um papo sobre marketing digital?