Mídia Programática: saiba tudo sobre esse conceito [2021]

Há pouco tempo atrás, a compra de mídia online era feita de forma manual e consumia muito tempo. Para você conseguir anunciar na internet, era preciso negociar diretamente com cada um dos sites onde sua campanha poderia ser exibida. Então, a fim de trazer mais praticidade para esse processo, surgiu a mídia programática.

O que é Mídia Programática?

Isso pode parecer algo distante de nós, mas muitos setores adaptaram suas operações com base em sistemas online. O mercado financeiro, por exemplo, é um deles. Antes, os operadores da bolsa de valores compravam e vendiam ações através de ligações. Hoje, as vendas e compras podem ser feitas apenas com um clique.

Sendo assim, a mídia programática nada mais é do que uma nova maneira de comprar os anúncios online, como os do Facebook Ads e Google Ads, com mais eficiência, automatização e processo. Com isso, o mercado da publicidade vem se atualizando cada dia mais, e transformando a comunicação das empresas com seus públicos.

No Brasil, esse mercado cresce cada vez mais com o passar dos anos. Segundo uma pesquisa feita pela IAB Brasil, a mídia programática movimentou cerca de R$ 1,9 bilhão de reais em 2016, sendo 16,5% desse valor, gasto com anúncios digitais. A tendência é que esses números cresçam ainda mais daqui para frente.

Mídia Programática e o Marketing Digital

Através da mídia programática, todo o processo de compra dos anúncios online foi facilitado. Agora, apenas com uma operação, a sua campanha torna-se visível em diversos websites. Além disso, acabou trazendo mais relevância, pois, grande parte de todas as estratégias estão sendo concentradas na compra de audiência, e não de canais.

Outro ponto muito importante, é a segmentação que o processo oferece. Com ele, é possível que a mensagem seja direcionada e personalizada para cada um dos seus públicos-alvo. Dessa forma, as empresas podem orientar seus criativos de acordo com os interesses e interações de seus consumidores, por exemplo.

Assim, o ROI (Retorno Sobre o Investimento) acaba sendo maior, porque a mídia se torna mais assertiva. Você pode testar as campanhas, através dos testes A/B, para aumentar as chances de atingir os melhores resultados.

Indica-se a mídia programática para qualquer tipo de negócio, porque ela traz benefícios para todos os ramos do mercado. Você vai aumentar o desejo de compra dos usuários e despertar mais interesse pelo seu produto ou serviço. Com tudo isso bem programado, também acabam surgindo mais leads e vendas.

Mídia Programática na prática

Para colocar a mídia programática em prática, é preciso se desapegar de certos conceitos dos anúncios tradicionais. Então, vamos compartilhar três passos que são fundamentais:

  1. Entender todas as estratégias da mídia programática;
  2. Planejar toda a campanha;
  3. Escolher um parceiro de confiança para gerenciar sua campanha.

Sendo assim, vamos falar sobre cada um agora. Continue a leitura e confira!

1 – Entender todas as estratégias da mídia programática

Todas as campanhas de mídia programática são sempre operadas através de uma DSP (Demand Side Platform). Quando pensamos na prática, a DSP é um software onde pode-se configurar as suas campanhas e também acessar o inventário online de mídia, que os donos de sites disponibilizam através das AdExchanges.

Então, o que acontece é semelhante a um leilão, mas online. O anunciante que der o maior lance por um certo espaço publicitário, vai ganhar a impressão e veicula a mídia para aquele determinado usuário. Além disso, outra ferramenta fundamental para o planejamento das campanhas programáticas é a DMP (Data Management Platform).

Com isso, o anunciante pode extrair várias informações qualitativas sobre toda a audiência do seu website. As DMPs conseguem mapear seus usuários através de parcerias com vários portais na internet. Dessa forma, é possível rastrear, utilizando os famosos cookies, todo o comportamento de navegação de todos os usuários.

Com essa imensidão de dados, as empresas, através da análise de big data, conseguem criar seus clusters. Eles segmentam as informações demográficas, os interesses e intenções de todos os usuários mapeados.

Em resumo, você pode criar estratégias em que é possível trabalhar de maneira independente, atingindo o público-alvo com seu produto ou serviço.

como-utilizar-a-mídia-programática

2 – Planejar toda a campanha

Para o planejamento da campanha, é necessário se atentar aos seguintes pontos:

Objetivo

Antes de tudo, você precisa deixar bem definido o objetivo da campanha, desde o princípio do planejamento. Além disso, deve estar alinhado com todas as partes do projeto.

Seu objetivo é gerar muitos cliques? Preencher formulários para conseguir mais e-mails úteis? Isso precisa estar claro para que o responsável otimize o processo para o objetivo correto.

Público-alvo

Além de todas as informações tradicionais como sexo, classe social e idade, o seu planejamento de mídia programática precisa ir mais além, para a campanha ser mais assertiva.

Então, o acesso em uma DMP pode te auxiliar muito, já que fornece vários dados relevantes para seu website.

Criação

A criação também é muito importante para que a mensagem chegue, da melhor maneira, até seu alvo. Assim, a linguagem e palavras utilizadas devem ser pensadas de acordo com as informações sobre o público.

Dependendo da idade, por exemplo, você pode utilizar um vocabulário mais formal ou informal. Recomenda-se, também, a linguagem persuasiva na hora dos anúncios e do botão Call To Action.

Landing Pages

As landing pages têm o grande objetivo de captar leads para as empresas. Faça sua montagem com muita atenção e a coloque em locais estratégicos do site. Os banners também são importantes para atrair o público até a landing page.

O seu design faz toda a diferença na hora da conversão, então, procure caprichar.

3 – Escolher um parceiro de confiança para gerenciar as campanha

Contudo, para que todo o processo seja realizado da melhor maneira possível, é necessário de um parceiro de confiança. Nesse caso, há agências especializadas em marketing digital, que vão te auxiliar.

Assim, todas as campanhas planejadas com a ajuda da agência passam a ser mais assertivas, e os resultados tornam-se melhores, de uma maneira geral.

Se você curtiu esse conteúdo, não deixe de acompanhar nosso blog e conferir outros conteúdos sobre o mundo do marketing. Caso tenha restado com alguma dúvida, fique à vontade para entrar em contato com a gente!

Posts relacionados

descubra-como-aumentar-seus-resultados-com-estratégias-de-marketing

Estratégias de Marketing: dicas para aumentar os seus resultados.

Descubra melhorar seus resultados utilizando estratégias de...
estratégias-de-marketing-digital-personas

Estratégias de Marketing Digital: 5 dicas para atrair sua persona

Descubra a melhor estratégia para atrair o cliente ideal para o seu...
saiba-como-organizar-seus-clientes-no-funil-de-vendas

Funil de vendas: organização para administrar seus clientes

Saiba como organizar os seus clientes no funil de...

Pronto para melhorar seu Marketing Digital? Então,
vamos bater um papo

Fale com um consultor
Vamos bater um papo sobre marketing digital?